quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Entrevistei o criador do Executter e seus Anfitriões.


A pouco tempo descobri uma nova rede social chamada Executter, descobri via site Ocioso, e lá eles diziam que o Executter era como o Twitter, porém deixava você compartilhar fotos, musicas, e-books, arquivos e etc... Como sou meio que viciada em redes sociais decidi criar uma conta lá pra mim. Logo no primeiro dia tive muito contato com as pessoas lá, fui muito bem recebida tanto pelos Anfitriões como pelo Criador do Executter.

 Depois de algum tempo decidi fazer uma entrevista com alguns Anfitriões e com o Líder deles (@Edgala), pois isso é uma forma de reconhecimento do Trabalho que fazem. Primeiro entrevistei o Guilherme (@Gui) e o Marco Holetz (@Marcoholetz), dois anfitriões:

Little Girl: Quando você soube sobre o Executter?

Guilherme: Exatamente a duas semanas atrás... Através do (site) Ocioso

Marco Holetz: Eu soube da idéia do Executter dia 12/01/2011

LGirl: Qual a função de um Anfitrião do Executter?

Gui: A função é receber os novos membros, dando-lhes boas vindas, Esclarecer suas dúvidas. Além de divulgar o Executter em outros meios visando atrair novos Usuários. Alem de interagir com o pessoal, procurar sempre manter o chat movimentado juntamente com o Marco e os outros anfitriões. Eu também aponto anfitriões, já que tem alguns que não fazem as mesmas coisas que eu (risos).

Marco: Bem, eu tenho a função de dar boas vindas para novos usuários e divulgar o Executter nos meios que uso. Eu como anfitrião gosto muito de conversar com todos e fazer um meio que todos possam interagir, tanto que eu falo muito por lá, (risos) tem dias que nem tanto, e também indico muitos para fazer a rede social lá crescer o povo unido.

LGirl: O que você espera do Executter até o fim de 2011?

Gui: Espero que o projeto cresça, e que atinja sua meta de 196mil cadastros e até passe esse número. Espero também que continue inovando. A idéia de o Staff interagir com os usuários comuns é ótima, assim podemos ter o Feedback, corrigir possíveis falhas e adicionar novas funcionalidades a medida que haja necessidade.

Marco: Espero realmente que ele tenha um numero magnífico de usuários e que todos fiquem satisfeitos. Espero do Executter algo inovador, uma rede social diferenciada. Onde todos possam ser amigos, é claro nem TODOS.  Mas fazer o povo se reunir bastante, ter compartilhamento de arquivos, troca de fotos, essas coisas. Sem contar varias opções que acredito que o Executter possa ter, para se mais inovador ainda. E espero ser conhecido lá (risos)

LGirl: Quanto tempo você passa online?

Marco: Nossa, eu fico acho que de 24 horas, 25 horas online, (risos) faço 1hora extra. (risos) brincadeira a parte. Eu fico em torno de 9 horas online.

Gui: Na verdade isso varia muito, posso estar logado no Executter, mas estar fazendo outra coisa, assim como o marco, acho que fico na média de 9 horas ON.

Agora temos uma entrevista exclusiva com o criador do Executter, Edgala! 



LGirl: De onde surgiu a idéia de criar o Executter ?

Edgala: Eu tive a idéia de criar o Executter percebendo os problemas que meus professores de faculdade têm em compartilhar os textos e slides com seus alunos por e-mail depois das aulas. Esses arquivos muitas vezes se perdem ou não chegam pra todos, quando o compartilhamento é feito por lista de e-mails.  Já com o Executter, o compartilhamento da informação é garantido, democrático e livre!

LGirl: Quem foi a primeira pessoa que soube da sua idéia ?

Edgala: Meu parceiro e sócio @Thiago (Thiago Almeida), logo depois vieram outros amigos que abraçaram a idéia comigo.

LGirl: Alguém a principio pensou que o seu projeto fosse loucura? Quem?

Edgala: Sempre existem “pessoas bola murcha” que te colocam para baixo quando você chega animado com uma idéia nova! Algumas pessoas que apresentei o projeto decidiram não participar comigo, diziam: "Isso não vai dar certo!" Hoje está mordendo a língua com apenas 26 dias de projeto no ar, superamos todas as expectativas. E o projeto ainda tem muito a crescer...

LGirl: Faz quanto tempo que você está trabalhando no projeto Executter ?

Edgala: Apesar de idéia já estar germinando em mim há algum tempo, ela brotou recentemente. Então aproveitei minhas férias de verão pra fazer o Executter com o meu amigo.

LGirl: Quais são as suas expectativas para 2011 em relação ao projeto ?

Edgala: São as melhores! Minha meta é 196 mil usuários até o final do ano, mas no ritmo acelerado de cadastros que estamos recebendo, acho que vamos superar essa meta antes do final do ano.

LGirl: Além das funções que o Executter já possui, quais você ainda pretende disponibilizar ?

Edgala: A próxima função, programada para vim com o novo layout, será o botão “Re-executter”. Com esse botão, o Cutter vai poder encaminhar um arquivo que ele goste (musica, e-book, slide, etc...) para todos seus seguidores. Bem como, encaminhar também a fala de alguém seguido de uma consideração de 196 caracteres. Isso significa que os arquivos compartilhados na atmosfera do Executter poderão se propagar entre os Cutter's em uma velocidade incrível.

LGirl: Foi divulgado que o Executter foi criado para disputar com o Twitter.. é verdade ?

Edgala: Apesar de eu escutar muitas pessoas dizerem que se sentem mais à-vontade no Executter do que no Twitter, até mesmo porque nós temos uma versão do site em português e eles até hoje não a possuem (acho isso uma falta de consideração com os Brasileiros), nossa intenção não é concorrer diretamente com o Twitter, mas sim, ser uma rede de microblog especializada no compartilhamento de arquivos.

Pois bem, depois dessas perguntas respondidas, se vocês ainda tiverem qualquer dúvida relacionada ao Executter, é só deixar aqui no comentário que eu repassarei todinhas ! 


Um comentário:

hol disse...

Eu adorei o post porque estou nele! (rs) Brincadeira. O Post ficou bom, dá incentivo da galera entrar.

Está de parabens